Cisto de mama

Cisto mamário corresponde a uma dilatação de um dos ductos mamários, ficando repleto de liquido na maioria dos casos, neste caso chamamos de cisto simples. O cisto simples é responsável pela maioria dos casos de cistos mamários e não tem relação com risco de câncer de mama.  Aparece na maior parte das mulheres, entre os 15 e os 50 anos de idade.

Outros tipos de cistos são os cistos com conteúdo espesso e os cistos com conteúdo sólido. Os cistos espessos correspondem à mesma dilatação ductal do simples, porém com material mais grosso. Já os cistos com conteúdo sólido, estes sim, podem eventualmente oferecer algum risco para as pacientes. Normalmente estes cistos com conteúdo sólido terão o diagnóstico de papiloma intracístico ou de carcinoma papilífero – sendo o tratamento dessas lesões geralmente cirúrgico.

Essa diferenciação entre cisto simples, cisto espesso e cisto com conteúdo sólido é realizada por meio da avaliação por ultrassonografia mamária.

Os cistos mamários em sua imensa maioria são os cistos simples, que por si só não aumentam o risco de câncer de mama. É importante, no entanto, acompanhar os cistos que por ventura apareçam, para que eles não criem sintomas desconfortáveis como crescimento rápido e dor.

O cisto de mama poderá ser diagnosticado através da palpação das mamas, sendo identificado como um nódulo, porém é frequentemente encontrado nos exames de mamografia e na ultrassonografia mamária; sendo este último o melhor exame para a avaliação, seguimento e orientação para tratamento do cisto.

Fechar Menu
WhatsApp WhatsApp